A dor de desmontar a casa por falecimento de um ente querido

Compartilhe:

Ao perder um ente querido sabemos que a primeira decisão que devemos tomar é desmontar o guarda roupa, closet ou até a casa onde ele viveu muitas vezes a vida inteira onde estão os objetos pessoais.

Apesar de sabermos disso vamos protelando para tomar essa decisão, até que chega uma hora que percebemos que não dá mais para adiar, mas como criar coragem para enfrentar essa situação? Podemos pedir ajuda de parentes, mas nem sempre é a melhor solução pois essas pessoas também estão envolvidas emocionalmente ou muitas vezes não temos a quem pedir ajuda.

O ideal é chamar uma pessoa que não tenha nenhum vínculo afetivo com a situação, mas ao mesmo tempo tenham a sensibilidade para entender a situação e os seus sentimentos.

Por termos passado, por situações iguais, como a perda de nossa mãe, pai, uma tia muito querida ou mesmo um amigo que era muito mais do que isso.

Nós da Help, passamos a nos especializar em ajudar as pessoas nessa hora tão difícil.

Entendemos que haverá momentos que você poderá começar a chorar ou até mesmo não querer mexer em determinados objetos ou dizer vamos parar por hoje que não consigo mais.

Pode até acontecer, como já aconteceu em alguns casos que trabalhamos que você poderá dizer nesse cômodo eu não quero nem entrar e nos peça para fazermos a triagem sozinhas e depois somente verá o que foi separado e decidirá o que fazer com cada objeto.

Quando chegar ao final perceberá que tudo ficou mais leve e se terá a sensação de dever cumprido sem tanto sofrimento.

Essa situação acontece também não só quando temos que desmontar a casa toda como também é só um guarda roupa onde estavam os objetos pessoais de nosso ente querido.

Para esse processo pode sempre contar com a equipe da Help.

Compartilhe:

Depoimento Fernanda

Compartilhe:

Sabe aqueles programas de tv que mostram casas completamente caóticas e transformações surreais, em que as casas ficam tão incrivelmente organizadas que chegam a arrancar suspiros da gente? É como eu me sinto toda vez que abro a porta (da casa ou de qualquer armário) depois que a Regina passou por lá!!

Contratamos o serviço da Help a princípio para treinar uma funcionária que tinha pouca experiência em trabalhos domésticos, mas ao longo do processo descobrimos que o treinamento é só parte do que essa empresa entrega. A Regina coloca a “mão na massa” mesmo! Ensinou a fazer fazendo junto, detalhou que produtos usar em cada lugar, acompanhou o dia a dia da casa e montou um cronograma adequado à nossa rotina.


Enfim! Eu recomendo 100% para todo mundo que quiser uma transformação de TV na sua casa!!!

Fernanda

Compartilhe:

Chocolate Quente com Gemada

Compartilhe:

Ingredientes para o chocolate  (rendimento: 4 xícaras)

1 litro de leite
3 colheres (sopa) de chocolate (caso goste do chocolate mais forte aumentar a quantidade
2 colheres (chá) de maisena para ter um chocolate mais encorpado (opcional)

Ingredientes para gemada

3 gemas
3 colheres (sopa) de açúcar

Modo de preparo do chocolate

Bata no liquidificador o leite, o chocolate e a maisena

Leve ao fogo e mecha para não empelotar por causa da maisena, até engrossar.

Modo de preparo da gemada

Coloque as gemas com o açúcar em uma vasilha e bata com a batedeira ou mixer ate o açúcar se misturar com as gemas, continue batendo até ficar cremoso e clarearem. Coloque a gemada em uma vasilha para ir à mesa

Esquente o chocolate para que ele chegue à mesa bem quente.

Dica: Sirva o chocolate nas xícaras e cada pessoa coloca a quantidade de gemada a seu gosto.
Quanto mais gemada colocar mais doce ficara o chocolate.

Sugestão de acompanhamento: Bolo de Cenoura

Compartilhe:

Casando as Contas!

Compartilhe:

Logo após o casamento, na vida do casal começam a surgir muitos detalhes, que normalmente não pensavam durante o namoro e o noivado.

É no dia a dia que perceberão o valor da organização das contas que chegam: não só aquelas que assumiram para o casamento, mas também as rotineiras de qualquer casa.

©Freepik
Para começar a ordenar esses compromissos, sugiro comprar uma pasta follow up (pode ser pequena), com divisórias de datas, ideais para catalogar as contas de acordo com o vencimento das mesmas. Assim, o hábito de colocar as contas todas no mesmo local se instala, evitarando que alguma desapareça dentro de uma gaveta, por exemplo.
Tomada essa primeira providência organizacional, o casal deve planejar quais as contas que cada um pagará, bem como se é  necessário mudar o vencimento de algum pagamento. Isso minimiza o risco do não pagamento, porque  é muito comum um achar que o outro vai pagar e no fim a luz, por exemplo, é cortada porque ninguém se lembrou de quitá-la.
Sugerimos que essa divisão leve em conta o rendimento de cada um, ficando o montante maior para quem ganha mais, claro.
Existem as contas como celular, barbeiro/cabeleireiro entre outras que são consideradas pessoais. Para essas vale a máxima “cada um paga a sua”.
É muito positivo a médio  e longo prazo, que o casal reserve, mensalmente, um valor fixo a fim de se formar uma reserva que os salvará das dívidas, em uma eventualidade.
Para ajudar criamos uma tabela com as despesas mensais mais comuns, mas que deve ser adaptada para cada casal.

Boa sorte!

Compartilhe:

Dica sobre dobrar:

Compartilhe:

Dobre seu afeto e dê um up na emoção.

Organizar a Vida não se trata apenas de armários e dobras de roupa.
Que tal um “olá” pra quem seu coração bate de saudade?
Recuperar afeto é organizar a emoção e isso, certamente, trará leveza, estrutura e uma vida mais bela, como todos nós buscamos.
Boa sorte!
Compartilhe:

Giz 1×0 Umidade

Compartilhe:

br.freepik.com/fotosgratis/maos-com
Compartilhe: