Como vão suas finanças

Pensando bem, a situação financeira de todas as pessoas está enfrentando incertezas atípicas, causadas pelas inseguranças existentes nas economias de todos os continentes. As dúvidas do presente se estendem até o futuro de longo prazo. As recomendações de especialistas dependem de muitos fatores, desde o crescimento econômico, das políticas adotadas por cada país, até catástrofes não previstas na atmosfera.

image_preview

Contudo há sempre cuidados possíveis de serem adotados, para diminuirmos as possibilidades de sermos atingidos. Considerando nossas limitações, cremos ser oportuno lembrarmos que o Brasil tem condições específicas que podem apoiar nossas decisões.

Se você dispõe de recursos financeiros que lhe permitam realizar aplicações com menor risco. Aplique em títulos de renda fixa atrelados à inflação, ou em fundos imobiliários garantidos por grandes instituições bancárias do mercado ou ainda em Caderneta de Poupança.

Mantenha o equilíbrio entre seus ganhos e suas despesas e evite cair em planos de financiamento “sem juros” e de longo prazo . Utilize os cartões de crédito com parcimônia e liquide suas contas no vencimento.

Nós da Help Personal Assistant podemos ajudar em suas escolhas. Visite nosso site: www. personalassistant.com.br e conte com nossa colaboração.

,

Evite problemas financeiros durante a vida

Recomendações para que você evite problemas financeiros durante a vida.

1. Faça uma lista de todas as contas que são pagas durante o mês colocando do que se trata e o valor. Crie uma coluna para despesas extras como um café, um sorvete, muitas vezes esses itens são os que descontrolam o orçamento.

2. Some e apure o total mensal. Se isto for feito durante três meses, você saberá a média mensal de suas despesas. Três vezes por ano, verifique se o valor mensal se mantém ou necessita reajuste.

3.Compare o total médio das despesas com o total de seus rendimentos. Se houver sobra, ótimo porque você poderá poupar para ocasiões em que precise gastar mais.

4. As poupanças poderão ser investidas em Caderneta de Poupança ou Fundos de Renda Fixa. Todos os bancos oferecem, mas sempre aplique onde a taxa de administração for menor. A vantagem da Poupança é que apesar do rendimento ser menor não tem taxa de administração.

5. Aplique seus recursos na compra de uma moradia.

6. Cuide de preservar recursos para sua aposentadoria. O INSS, apesar de muitas críticas, ainda é uma forma de garantir alguma renda futura. Lembre-se de pagar o carnê mensalmente, se você não fizer o recolhimento como Pessoa Física ou Jurídica.

7. As sobras mensais também poderão ser aplicadas em um Fundo complementar de aposentadoria, que existem nas empresas financeiras.

8. Com o aumento da idade média das pessoas, atingindo 70, 80, 90 ou mais anos de vida, todo o cuidado é pouco para mantermos a qualidade de vida.

9. Verifique se seu plano de seguro saúde está em dia e cobrindo despesas médicas, exames e hospitalização. Lembre-se que é na velhice que mais usamos estes serviços.

10.Qualquer gasto adicional necessitará de respostas para as seguintes perguntas.

• Este gasto é imprescindível? É realmente necessário no momento?
• Poderá ser adiado?
• Nunca assuma o pagamento de juros, por menor que possa parecer.
Faça as contas. E viva com tranqüilidade.

11.Por último, mantenha seu equilíbrio físico e mental, assegurando uma boa qualidade de vida financeira.

Por João Baptista Sundfeld, economista e consultor financeiro da Help Personal Assistant.

Educação financeira de crianças e adultos

Fonte: Câmara dos Deputados

O programa Palavra de Especialista que tratou do tema  Educação financeira de crianças e de adultos realizado com João B.Sundfeld foi veiculado ontem, dia 16 de fevereiro, na internet.

Clique abaixo e ouça a entrevista:

Bloco 1 | Bloco 2