,

O tempo e o valor de uma boa organização

Uma vez li um texto interessante que comparava o tempo a uma conta bancária com a seguinte característica: o saldo existente ao final de cada dia era zerado automaticamente.

Lembrando de uma brincadeira do tempo de criança percebi que sutilmente encerra o mesmo conceito e adaptando o texto às reflexões seria algo assim: se perguntarmos ao tempo quanto tempo o tempo tem ele vai nos responder que tem o tempo que tem. Nem um minuto a mais ou a menos. Para ninguém. E é inexorável. Passa e não podemos fazer nada quanto a isso. Simples assim.

Ter ou não ter tempo?

Recebemos – todos os dias – a mesma quantidade de tempo. Portanto – ter ou não ter tempo – é uma questão que não pode ser atribuída à quantidade de horas, no entanto está em nossas mãos empregar bem o tempo que temos. Já perceberam que tem gente que tem tempo para tudo e tem gente que nunca tem tempo? Se a quantidade de horas é mesma para todos, onde está a diferença?

Como seu tempo é empregado

A diferença está na maneira como o tempo é empregado. Na forma como nos organizamos para empregar o tempo que temos. Tem tudo a ver com organização. Organização da casa, das rotinas, dos ambientes, dos armários, dos arquivos, do escritório, da agenda… A falta de organização gera desperdício de tempo.

Nossa qualidade de vida está intimamente ligada ao tempo empregado nas diversas tarefas que são realizadas cotidianamente. No entanto, nem sempre nos apercebemos disso. Tem maior desperdício do que gastar tempo procurando por alguma coisa que não lembramos onde foi “guardada”? Esses são minutos, que se computados ao final de um mês, por exemplo, podem significar muitas horas perdidas.

O que fazer então

Quando sentir que está sem tempo, examine a organização do que está ao seu redor. Organize sua casa, as gavetas, os armários, as chaves, coloque tudo em seu devido lugar. Você vai se surpreender com o quanto de tempo “extra” uma boa organização pode gerar.

Sheila Collares
sheila.collares@personalassistant.com.br

,

Você guarda muita tralha? Papelada, recordações, revistas e etc.

Gostaria de compartilhar com vocês  um caso de uma cliente muito especial que tinha um quarto na casa dela
ESTANTE_1 que estava muito bagunçado, ela mesma o denominou de “buraco negro” (foto ao lado) e gostaria de organizá-lo, mas a maior dificuldade dela era olhar tudo e conseguir se desfazer das coisas.
Então ela precisava de nossa ajuda MAS  não poderia se sentir pressionada a jogar fora nada do que realmente não quisesse.

O resultado do 1º dia foi surpreendente, conseguimos eliminar MUUIIITA papelada que estava guardada e que nem ela mesma sabia, além de outros objetos que ela nem lembrava o motivo pelo qual os tinha guardado.

Documentos, revistas antigas guardados sem necessidade.

Documentos, revistas antigas guardados sem necessidade.

Ao lado a quantidade de lixo que jogamos fora, coisas que estavam ocupando espaço sem necessidade.

Veja se você se identifica com alguns itens que encontramos na casa dela e que nem ela mesma sabia porque tinha guardado.

Abaixo alguns exemplos do que conseguimos jogar no lixo (reciclável, é lógico)
– Revistas antigas com artigos que ela algum dia achou que iria precisar, mas nunca leu e nem sabia aonde estava.
– Extrato de banco de 2002
– Bloqueto do talão de cheque de 2002 até hoje
– Comprovantes de pagamento de seguro do carro, vencido em 2008
– Boletos pagos da Faculdade que ela cursou em 1989.
– Estatuto de outra Faculdade de 1998

Coragem,  mãos a obra.

Vou dar algumas dicas.
1)   Não queiram fazer tudo em um dia só.
2)  Comece por uma gaveta.
Se for de papelada, veja o que realmente é útil e abra pastas ou envelopes por assunto.
Descarte tudo o que você não precisa.
3)  Se tem objetos ou lembranças que quer guardar, crie uma caixa de recordações, é importante termos guardados lembranças de momentos importantes.

Se mesmo assim você precisar de ajuda ligue para nós, com certeza poderemos dar uma mãozinha.

Abraços

Regina
www.personalassistant.com.br