Posts

ESCOLHENDO A MALA

ARRUMANDO AS MALAS

 

Viagem de férias é sempre uma delícia.

Hora de se divertir, conhecer lugares novos, aproveitar os dias de descanso, e curtir todos os momentos. Todos, mesmos! Pois nem mesmo o ato de arrumar a mala deve ser desgastante.

Parece impossível? Pois uma especialista mostra que não. Com a ajuda de Heloisa Sundfeld, consultora da Help Personal Assistant, montamos um guia que vai transformar a árdua tarefa de arrumar as malas em uma atividade tranquila e prazerosa!

 

ESCOLHENDO A MALA

A escolha da mala depende basicamente, do tipo de viagem, ecoturismo ou aventura pede aquelas tipo mochilão ou sacolas, também indicadas para viagens de curta duração.

Os modelos mais quadrados e de material rígido são as melhores para não amassar as roupas, já que possibilitam colocar as peças esticadas. Esses modelos são adequados para vagens de avião.

“O peso da mala também deve ser considerado e, quanto mais leve, melhor”, aconselha a consultora.

AVALIAÇÔES

Pensar na época do ano e no clima do local da viagem é fundamental. É a partir daí que as roupas de frio ou calor serão selecionadas.

Avalie o destino e o ambiente. Praia, campo, resort, hotel fazenda, navio ou camping requer tipos e estilos diferentes de roupa.

E, finalmente, “Nada de levar uma mala enorme para um fim de semana, não é mesmo?” Leve em conta o tempo do passeio, pois isso influi diretamente no número de peças que irão na mala”, observa Heloisa.

FAÇA PERGUNTAS

O ideal é fazer uma separação prévia, colocando em cima da cama tudo aquilo que, em princípio, será levado. Dessa forma, já é possível ter uma ideia do volume das roupas.

“Após essa seleção, é hora de pegar cada peça e se perguntar: “Vou mesmo usar essa blusa?” Muitas vezes, pegamos por impulso, uma roupa de que gostamos muito, mas que não combina com nada do que estamos levando, ou com o lugar onde estamos indo”, explica a consultora.

Para evitar o exagero, é preciso ser racional e entender que o guarda roupa não pode ser transferido para a mala. “Leve, sempre peças que possam ser usadas com outras. Não caia na tentação de levar uma blusa que, alem de só combianar com determinada calça, chama muito a atenção! Isso fará com que você não queira repeti-la”, orienta.

SIGA A ORDEM

Segundo Heloisa Sundfeld, é preciso arrumar a mala de acordo com o peso do que será colocado. “Se os sapatos não foram levados em uma sacola separada, coloque-os no fundo da mala, assim como tudo o que for mais pesado. Um livro ou uma nécessaire, por exemplo”, comenta.

A seguir, a sequência considera aquilo que amasse pouco.

“Nas roupas comece pelos jeans. Depois, tudo o que amassa menos é colocado em baixo, até chegar às peças mais delicadas, como camisa, saia ou outras roupas finas”, detalha.

APROVEITE OS CANTINHOS

E a mala for arrumada com cuidado, o espaço pode ser totalmente utilizado, incluindo os cantinhos. “Devemos ir aproveitando os vãos que sempre ficam entre os sapatos e outros acessórios, para colocar peças pequenas. Desse modo, além de economizar espaço, também estamos deixando sempre a mala plana, o que fará com que sua roupa amasse menos”, ensina a consultora da Help Personal Assistant.

CRIATVIDADE JÀ

Para Heloisa, é importante usar a criatividade na hora de coordenar as peças. “Se vai a praias passar cinco dias não há necessidade de levar cinco biquínis, por exemplo. Leve três que combinem entre si. Desse modo, você conseguirá fazer seis combinações diferentes. O mesmo vale para as roupas calcule um conjunto para cada dia, faça variações na hora de unir as peças”, sugere.

As chamadas “peças chave” são indispensáveis. “O jeans é um ótimo exemplo de curinga. Pode ser usado com uma camiseta para dar uma volta durante o dia, ou para sair à noite, acompanhado de uma bela blusa”, explica a consultora, que exalta a importância dos acessórios. “Além de ocupar pouco espaço, bijuterias, lenços, echarpes ou pashminas são ótimos para muda o visual”.

Para economizar espaço, embalagens grandes como as de xampu, também podem ser substituídas. Utilize recipientes menores que comportem o produto de maneira suficiente para alguns dias.

NÂO SE ESQUEÇA

Fazer uma lista antes de arrumar a mala ode ser útil na hora de conferir se alguns itens básicos não foram esquecidos. Segundo Heloisa, uma única lista básica pode servir para várias viagens.

“Existem itens básicos de qualquer viagem que, muitas vezes acabamos esquecendo, como escova de dentes e o protetor solar. Para que isso não aconteça, o melhor é fazer uma lista com o que é levado sempre e deixar dentro da mala que mais usamos. Assim, não é preciso fazer uma lista nova a cada viagem”, esclarece.

Para não esquecer de nada, vale visualizar as diferentes situações da viagem, e o que será preciso em cada uma delas. “Após separar a roupa, podemos fazer as seguintes perguntas: “Para dormir, o que vou precisar? E ao levantar? No banho? Na piscina? Na caminhada? E assim por diante”.

Cada pessoa tem sua própria lista de acordo com seus gostos e costumes. “Com essa checagem, fica quase impossível se esquecer de alguma coisa”, garante a consultora.

MALA DE MÂO

Na mala de mão só deve evitada em viagens de ônibus. “Nesse caso, quanto menos coisa se carregar, melhor”, afirma Heloisa.

No caso de avião, a mala de mão é indispensável e deve conter uma muda de roupa para eventuais imprevistos.

“Sempre existe a possibilidade de extraviarem a mala ou do avião não sair no dia. Desse modo, você terá, pelo menos como tomar banho e trocar de roupa”, comenta.

Colocar os sapatos na mala de mão no caso de viagens de carro é uma ótima dica. Isso vai fazer sobrar mais espaço para as roupas na outra mala.

HORA DAS CRIANÇAS

A mala dos pequenos também merece atenção, já que elas costumam se sujar bastante, a consultora a dica para evitar um número muito grande de roupas para os baixinhos.

“Procure levar peças que se houver necessidade, você possa lavar na pia do banheiro e deixar secar no box. Roupas de tecidos leves são o ideal”, orienta.

Principalmente no caso de meninas, o importante é fugir das roupas muito elaboradas. “Esqueça as peças delicadas e que provavelmente, vão chegar amassadas. Sua filha vai acabar não usando”, afirma Heloisa Sundfeld

Ao arrumar as malas não esqueça dos brinquedos das crianças. Leve papel, lápis de cor, tesoura, cola e livros seja para ler ou pintar.

 

10 dicas para arrumar sua mala de viagem

Fonte: Portal CVC Viagens

As férias chegaram, que alegria! Mas com a sua viagem vem também a temida hora de arrumar as malas. Ou esquecemos alguma coisa ou exageramos em outras, não é mesmo? Para te ajudar neste momento, entrevistamos uma especialista no assunto, a personal assistant Heloisa Lúcia Sundfeld. Confira 10 dicas para organizar a sua bagagem!

1) QUAL MALA É MELHOR?
A resposta é fácil: a mais leve possível! Para as viagens de longa duração, escolha a mala tradicional, pois as roupas ficam mais bem acondicionadas e amassam menos. “Já as sacolas ou mochilas são mais práticas para viagens curtas”.

2) FAÇA PERGUNTAS
Heloísa destaca a importância de fazer uma série de perguntas a si mesmo antes de arrumar a mala. Isso evita que leve o seu guarda-roupa inteiro para a viagem. Por exemplo, quanto tempo você vai ficar no destino? Esta viagem é a lazer ou a negócios? O lugar é praia, serra, ecoturismo? Qual é a estação do ano naquele destino?

3) ESCOLHA ROUPAS BÁSICAS
“Procure separar peças que combinem entre si e evite roupas que chamem muita atenção”, aconselha Heloísa. Roupas com muitos detalhes diminuem a variedade de combinações. Lembre-se que, por exemplo, dois biquínis com cores básicas podem formar quatro conjuntos diferentes. “Pense quantos dias será a viagem e calcule uma peça para cada dia em média”. Uma ou duas peças a mais evitam possíveis imprevistos.

4) TECIDOS QUE AMASSAM
Ao organizar a mala, leve como regra que é preciso colocar por último na mala as peças que amassam mais. Uma dica é tentar dobrar a peça de forma que ela fique o mais esticado possível, de preferência, no sentido do comprimento. “Em camisas, faça a dobra na parte de baixo. Assim a dobra ficar dentro da calça”. Fácil, não?

5) FAÇA O ESPAÇO RENDER
Comece a arrumação colocando os sapatos no fundo – se quiser as meias podem ir dentro dos calçados. Complete as frestas que sobrarem com cintos, lingeries e outros itens que podem ser enrolados. Logo acima vêm os jeans e moletons. “A mala tem que ficar sempre o mais reta possível à medida que você coloca as roupas. Para isso nivele com camisetas, bermudas e outras peças”.

6) MOCHILÃO
Se você for fazer uma viagem do estilo “mochilão” em algum destino, lembre-se que roupas sociais são desnecessárias, portanto, abuse das malhas. “A melhor maneira é levar as camisetas, abrigos e tudo o que for de malha enrolados, pois acondicionam melhor na mochila”.

7) NÉCESSAIRE
Deixe de lado os potes grandes de hidratantes, xampus e condicionadores e leve uma pequena quantidade em frascos menores. “Não há necessidade de levar as embalagens grandes. Esse conceito é válido para todos os produtos cuja embalagem original ocupa muito espaço”, conta.

8) PERSONALIZE SUA BAGAGEM
Se você morre de medo de que alguém leve a sua bagagem por engano, a dica é personalizar a sua mala. É simples: malas pretas todo mundo tem, portanto, diferencie a sua colocando fitas bem coloridas, chaveiros e adesivos. “No caso da fita, evite as verdes e as amarelas, pois são as cores mais encontradas. Procure um tom bem diferenciado”, sugere Heloísa.

9) MALAS DE MÃO
São superimportantes, principalmente, nas viagens aéreas. Neste caso, reserve uma muda de roupas caso haja problema com extravio ou atraso do voo. Apenas não se esqueça que as companhias aéreas têm um peso máximo para estas bagagens. “Quando a viagem é de carro ou ônibus podemos colocar os sapatos na mala de mão. Desse modo sobrará mais espaço na bagagem”. É uma boa também levar uma agenda com alguns contatos e cópias dos seus documentos.

10) MANTENHA A ORGANIZAÇÃO
Nada melhor que manter uma mala organizada do início ao fim da viagem. Se você ficar em um mesmo hotel, a dica é desfazer a mala e arrumar as peças no guarda-roupas.  À medida que for usando as roupas, dobre-as e coloque-as em sacos plásticos. “Desse modo na volta é só pegar o saco e colocar no fundo da mala. Não fará muito volume”.