Compartilhe:

©Freepik

(… pra arrumar, relaxa e chame a Help.)
www.personalassistant.com.br

Compartilhe:

A HORA DA VERDADE

Compartilhe:

Muito se fala quanto à forma de se armazenar itens.

Da rouparia pessoal aos utensilios do jardim, existem dicas incríveis sobre como guardar as nossas coisas.
Mas apenas três pilares sustentam uma organização duradoura e eficaz, afastando o pesadelo do armário que ficou perfeito, mas durou apenas uns dias após a grande arrumação (com ou sem personal organizer/ assistant).
Esses três fatores são “a” verdade que muitos não levam em consideração na hora de colocar e manter a casa em ordem:
.

1. Espaço

Não tem jeito. Se o armário for pequeno e a grana idem para mudar de casa ou comprar outro guarda roupas, advinhe?
Triar, vender e doar os itens excedentes. É a única saída.
Sem espaço, não há dobra perfeita ou cabide adequado que resista ao dia a dia.
.

2. Tempo

Caso você não se planeje um tempo diário para retocar a ordem da casa, rapidamente tudo se acumula e o desânimo dará as caras e com ele a bagunça reinará.
Nada melhor pra bagunça do que o desânimo e a falta de tempo de uma rotina diária, para o tão conhecido “cada coisa em seu lugar”.
Alguns minutos diários, rotineiros, trarão raízes para a santa ordem em seu lar.
.

3. Consciência para o consumo

Ok, você diminuiu os itens, repassou os armários, cada coisa tem mesmo o seu lugar.
Todas as lições foram bem feitas. Que gracinha!
Mas, algum tempo depois, você esquece que colocou as finanças em ordem. Esquece que tem sapato para tudo e acessórios idem.
E, esquece também, das cinco calças jeans lindas que estão no armário ou que não precisa de mais um conjunto de copos.
Acumular é comprar sem consciência.
Então, cuidado.
“Preciso” e “Posso Pagar” são as palavras power para te ajudar a vencer a fúria consumista.
Então, se a peça for imperdível e há dinheiro para pagar, lance mão do poder do grande “D”: doe algum item da mesma categoria e abra espaço no armário e no seu coração.

Essas são dicas simples e valiosas.
Use-as, simplifique e ganhe o prazer de dizer: eu sou organizada!
E, se precisar, já sabe, peça um help pra Help e boa sorte!
.
Graça Seleghin
Compartilhe:

Um canudinho te salva de um ataque de nervos, sabia?

Compartilhe:

©Freepik
Guarde suas bijoux e correntinhas finas, sem nó ou embaraço, simplesmente passando-as por dentro de um canudinho e lacrando o fecho.
Genial, baratinho e funciona.
Compartilhe:

Tarefas e Lições

Compartilhe:
©Freepik
Sendo você uma pessoa atarefada com afazeres domésticos ou um estudante às voltas com lições a fazer e estudar, o conselho é o mesmo: quando o bicho pega e tudo se avoluma, busque primeiro a ação e depois “aquela” sentadinha no sofá.
Ou em termos modernos, primeiro dê conta do recado e mergulhe nas redes sociais depois.
Use sua energia no que demanda esforço físico e mente alerta, antes de, digamos, esfriar o sangue.
Assim, a pilha de louça facilmente será vencida e as lições a estudar darão mais frutos.
Se tem algo a fazer e esse algo for grande ou chatinho, não deixe para depois. Encare logo o desafio.
Relax sempre vem depois do esforço. O contrário, chama-se desculpa.
Arregace as mangas e boa sorte… incorporando esse conceito organizacional a sua rotina, também.
Compartilhe:

Rapidinha de Segunda: foco!

Compartilhe:

Foco não se trata de traçar uma linha reta, mas organizar os passos para vencer as diferenças do relevo… e chegar lá!

Graça Seleghin
.
É isso!
Foco tem mais a ver com adaptação e ação do que um planejamento rígido que certamente irá se ressentir e fracassar com o próprio movimento incerto e surpreendente da vida.
Uma meta não é alcançada com rigidez nos passos a seguir, mas na habilidade de saber saltar, pisar de mansinho e mesmo parar quando preciso.
Planejar para alcançar uma meta, nada mais é do que fazer manutenções constantes na rota, sem perder-se do destino.
Foco na meta, adaptação aos caminhos: essa fórmula dá certo!
Boa sorte e viva o seu momento.
E, já sabe, se os seus planejamentos precisarem e um ajuste, chame a Help!

www.personalassistant.com.br

Compartilhe:

Dia Mundial da Água

Compartilhe:
Em pleno Dia Mundial da Água, lembremos que racionar é uma medida extrema contra a falta de respeito e o excesso de consumo. Harmonia e equilíbrio é o que a água do planeta espera de nós.
Repense seus hábitos.
Pesquise novas formas para o uso da água em sua casa, empresa, escola, condomínio.
Mude.
Dia Mundial da Água, racione o desperdício.
Compartilhe: