Dicas para organização, tirar manchas, tirar mofo

Brincar de faxina, você sabe como cuidar dos brinquedos?

Graça Seleghin, no Mulher.com (TV Século 21), num bate papo gostoso com a querida Tatiane Camargo sobre como dar um trato nos brinquedos. -Parte 1-

Arregace as mangas e areje a alma.

Disparou seu alarme? Hora do novo.

Se você chegou até este Blog, provavelmente está com desejos enormes de mudança, que bom! Que mega bom!

Melhoria de vida, bem-estar, novas técnicas pra cuidar da casa, auto-crítica na medida, mudanças na rotina e na forma como encarar velhas demandas de um jeito novo. Tudo isso traz progresso, sempre.

É inevitável e Graças a Deus, inesgotável e irreversível.

Traz pra dentro de nós o melhor da vida, que é estar aberto para reconsiderar e mudar de opinião. Isso é o que nos mantém vivos e operantes num nível de energia aberto, gostoso, capaz de atrair experiências consideravelmente positivas. Bom demais!

Afinal, nascemos com um alarme íntimo, que dispara toda a vez que algo precisa ser revisto ou mesmo lançado fora: do excesso de roupas aos relacionamentos desgastados; pra tudo na vida há um alarminho que incomoda dizendo que chegou a hora do basta… de dar um basta, abrindo caminho para o novo tomar o seu lugar.

Nossa experiência como Organizers, nos ensinou que a base de toda organização emocional, e da vida prática, começa pra valer quando nos damos ao luxo (isso, luxo!) de ouvirmos e seguirmos esse “ruído”. E o fazemos!

E, da próxima vez em que você se deparar com esse tal alarme, encare e agarre firme o caminho da sua intuição.

Peite a mudança. Arregace as mangas. Busque ajuda e areje a alma!

As faxinas que começam por dentro, determinam ordenações duradouras daquelas que nos fazem sorrir por um motivo bem consistente: estar de bem com a vida!

Com a devida licença, como diria Ana Maria Braga, “acorrrrrda menina”!

Então, pé na tábua e muita Fé em si mesmo: sempre dá certo.

Essa é nossa dica do dia… ou, para todo dia!

De 15 em 15 dias, dê um “dia de princesa” para a sua máquina de lavar

Acredite, autolimpante na sua casa, só o gato!

Muita gente ainda acha que, por ser uma lavadora, a cada lavagem, a máquina de lavar roupas acaba se limpando também. Mas, na realidade, isso é um engano total. Veja o porquê.
Além da sujidade das roupas, os saponáceos sujam (e muito!) o tambor da sua lavadora.
Estragam o tecido e podem deixar aquelas marcas esbranquiçadas em peças escuras (acredite, é sabão).
A fim de evitar danos à qualidade dos tecidos e também danos a sua máquina, aconselhamos que a lavadora seja higienizada (lavada) de quinze em quinze dias.
Para a limpeza da sua lavadora de roupas, sugerimos um procedimento simples e bem do tipo que acontece enquanto você faz outras coisas.
Simples, prático e o melhor, funciona.

Veja como é simples:

Para uma máquina com capacidade para 10 quilos de roupas
1. Ligue a máquina na capacidade máxima de água e no ciclo mais longo;
2. Depois que encher, coloque 2 frascos de vinagre de álcool e misture um pouco;
3. Pause a máquina por meia hora;
4. Coloque uma xícara e meia de bicarbonato de sódio e misture um pouco (se espumar é normal).
5. Pause a máquina por mais meia hora e, depois desse tempinho, deixe fazer o ciclo completo de lavagem.
6. Ao terminar, seque o interior com um pano seco e que não solte fiapos.

O lado externo da sua lavadora, pode ser limpo com a mesma dupla vinagre e bicarbonato, apenas faça uma
mistura pastosa. Aplique e remova com um pano seco e limpo. Finalize com outro paninho, também seco.

Boa sorte e lembre-se: quem quer, cuida.
E quem cuida colhe uma vida mais equilibrada, prática e Feliz!

Desapego

Abaixo segue o texto da minha sobrinha de 25 anos que está morando fora do país.

foto_quarto_feDESAPEGO!!
Sempre que venho ao Brasil parece que minhas roupas procriaram no armário e aparecem coisas da década de 90! Todo ano doo muita coisa e mesmo aquelas que gosto muito, tenho muita pena de deixar ano atrás de ano paradas no armário. Todas essas já tem destino. Queria incentivar meus amigos a darem uma olhadinha em suas casas se não tem peças que há algum tempo já não usam e bora movimentar essa energia parada com sorrisos em outros rostos! Fico mais 10 dias em São Paulo e me coloco a disposição para ajudar a fazer sua “rapa”! Tudo que vai, volta e, aquilo que vai de coração, volta de forma mágica!!!

Eu achei essa mensagem, simplesmente linda !!
E você o que achou ?

Quer economizar com produto de limpeza?

Normalmente compramos todas as novidades que lançam no mercado, não é?
Neste tempo de crise em que estamos reaprendendo a economizar e gastar conscientemente,
resolvemos elaborar, uma lista básica de produtos de limpeza.

PROD_LIMPEZA_MenorDICA

Pensando antes de comprar e sabendo usar ítens básicos,
os resultados aparecem na hora do caixa e no seu bolso,
também, o qual voltará mais “gordinho” pra casa, depois das compras.

 

 

Confira a lista que preparamos pra você:

1)     Detergente Neutro:                                                                                                              
É o amarelinho, próprio para superfícies laváveis como o box do banheiro,
inox, materiais mais porosos como mármore e mais sensíveis a produtos químicos como fórmica e laca;

2)     Saponáceo Liquido:
Melhor que a versão em pó, por ser menos abrasivo consegue limpar, sem danificar as superfícies;

3)     Multiuso:
Para quem gosta do tal cheirinho de limpeza no ar.
Não desinfeta, mas ajuda a remover sujeiras leves.
Evite limpar superfícies de fórmica, a qual amarelará com o uso do produto.

4)     Sabão de Côco:
Ideal para limpar paredes.
Use aplicando com o lado macio da esponja e retire o excesso com um pano branco e úmido
e finalize com um pano branco e seco.

5)     Limpa Vidro:
Para limpar não apenas os vidros das janelas, mas superfícies de vidro.
Cuidado para não usar o produto em excesso, gerando manchas ou
acúmulo e consequente dificuldade na remoção do mesmo.

6)     Desinfetante:                                                                                                                                
Como o nome mesmo diz, este produto desinfeta, eliminando os germes.
Ideal para limpeza do vaso sanitário, piso frio/ lavável e mesmo o interior do tanque da área de serviço.

Enfim, com apenas seis produtos na sua cesta de compras, você conseguirá um ótimo resultado
na higienização da sua casa.

E resista: o necessário é um produto de cada tipo e não vários de cada tipo.

Compre sempre de acordo com a necessidade de uso, evitando grandes estoques.

Avalie o uso semanal ou mensal e compre de acordo com ele.

A única justificativa para compras além do consumo ideal, são promoções realmente vantajosas,
aonde o pequeno estoque significará uma economia a médio prazo.

Então, lembre-se: pensar e analisar antes de consumir.

Essa regra vale para tudo e na hora da limpeza, também!

Boa sorte !!!

 

Utilidades Domésticas: Truques e dicas

Confira nossas dicas na participação da Graça Seleghin no Programa Mulher.com, TV Século 21, apresentado pela simpaticíssima Tatiane Camargo.

Não deixe a elegância pecar pela etiqueta… da sua roupa! (mesmo de cama, mesa ou banho)

É inacreditável o tamanho e a quantidade de etiquetas nas roupas atualmente. Já reparou?

Talvez por isso, logo após as compras, as etiquetas vão para o lixo e junto com elas várias informações preciosas pra a manutenção da roupa. Então, antes de retirar a etiqueta, faça um favor para seu bolso: olhe atentamente e as mantenha se alguma peça pedir um modo de lavar diferente; garantindo as informações sobre o que se pode ou não fazer ao lavar, secar e passar. Abaixo, selecionamos algumas das mais básicas pra você treinar o olho. O que não estiver aqui, vale um Google: provavelmente é específico pra caramba e a roupa em questão pode se auto-destruir em cinco segundos de lavagem incorreta. Não esqueça, Google.

Confira:

selos-lavagem

Além de verificar a etiqueta vale sempre o bom senso de, na hora da dúvida, levar para a lavanderia, deixando o caso pra um especialista. Faça bonito na hora de lavar suas roupas. É simples e faz um bem danado pra sua auto estima e pro seu look também!

Boa sorte!

 

 

Sua elegância começa na máquina de lavar roupas: truques e dicas

Em termos de organização, menos realmente é mais: uma quantidade menor de ítens, ajuda tanto a organizar quanto a manter organizado um ambiente.

E, com a lavanderia não poderia ser diferente.

Ainda mais com os espaços residenciais cada vez menores e muitas vezes sem a lavanderia fazendo parte da planta de muitos apartamentos novos.

Ou seja: aquela vitrine de produtos de limpeza para as roupas já não cabe mais na vida moderna.

Para uma lavanderia com excelente funcionalidade, bastam alguns produtos coringa, além, é claro, de duas boas escovinhas: uma maior e mais dura para tecidos mais robustos como o jeans e outra menor e mais macia para roupas como camiseta, camisas e roupinhas de criança (nesse caso, manter uma de cor diferente apenas para a roupa dos pequenos).

Confira a lista que preparamos pra você:

Sabão líquido: lava melhor, pois deixa menos resíduo no tecido e na máquina do que o sabão em pó. Isso ajuda – e muito – na manutenção da sua rouparia: máquina suja não lava direito, suja o tecido e estraga a roupa. Quanto mais limpa a máquina, melhor o resultado da lavagem.

Sabão de Coco – líquido ou em barra: sabe aquela sujeirinha danada que não sai depois de lavada? Então, faça a pré-lavagem, sempre. Basta passar um sabãozinho esperto como o de coco, deixar de molho e dar uma esfregadinha depois. Isso faz milagres, sabia?! Tanto para roupas delicadas, como para sujeiras mais difíceis, o nobre sabão de coco funciona.

Detergente neutro: excelente dica para manter colarinhos, punhos e cavas livres da gordura corporal após o uso da roupa. Aqui a regra do menos é mais, também fala mais alto: use pouquíssima quantidade; no módulo “apenas um pinguinho”, esfregue com a escovinha macia e partiu molho e depois máquina.

Sabão líquido para roupas delicadas: se você tem bebê em casa, use apenas isso, em pouca quantidade e de preferência de uma boa marca. Nada de amaciantes e tira manchas. Roupa para um bebê sem alergias é lavada assim. E ponto.

Para suas lingeries, esse sabão para roupas delicadas é ideal desde que longe do box – pelamordeDeus – e longe da máquina: ou você ainda acredita que aquela renda maravilhosa curte o ciclo de roupas delicadas da sua máquina? Não. Nem aquele seu sutiã de bojo, maravilhoso. Nem ele.

Saquinhos próprios para lavar roupa: protegem o tecido delicado do atrito.Tenha-os sempre a mão.

Sabão em barra neutro: mesma utilidade que a de coco, mas eficiente para sujeiras “peso pesado” como barro e gordura, por exemplo. Nessas horas, valerá a pena ter um na lavanderia.

Vinagre branco de álcool: sentiu falta da palavra “amaciante” na listinha dos produtos? Não sinta. A não ser que você creia no mito de que roupa cheirosa é roupa limpa. Amaciante em excesso danifica máquina e tecido, pois é gordura; por isso “amacia”. Já o vinagre tem o poder de retirar das fibras qualquer resíduo de sabão, liberando a maciez do tecido. De quebra, deixa as roupas brancas mais brancas e as toalhas de banho menos, digamos, lixa.

Bicarbonato de Sódio: misturado com o vinagre de álcool (formando uma pastinha) é a dica para diminuir aquele amarelo “eu suei muito” que fica embaixo do braço e nos colarinhos e punhos. Força na peruca: aplique e esfregue com a fantástica escovinha.

Sal: isso, sal de cozinha. Roupas coloridas e escuras desbotam. Uma hora acontece. No enxágue, colocar sal garante maior fixação da cor e avivamento da mesma. Experimenta. Funciona. Para uma máquina de 10kg, uma colher de sobremesa é o suficiente.

Misturinha: se o cheirinho do amaciante for importante pra você, que tal enxaguar com o vinagre de álcool e testar uma receitinha pra usar na passagem da roupa? Garante tanto um aroma agradável, quanto facilita alisar o tecido na hora de passar. Anote e experimente:

Misturinha para Passar roupa:

½ litro de água + ½ xícara de amaciante + ½ xícara de álcool 92º

Coloque num borrifador (rotule para lembrar o que há dentro do frasco) e agite antes de usar. Não exagere na quantidade: roupa guardada úmida, estraga.

Os Quatro Mandamentos da lavagem perfeita:

  1. Nunca misturarás tecidos claros com escuros. E, também, lavará brancos em separado mesmo que dos claros. Coloridos em separado dos escuros, também ajuda. Pra caramba!
  2. Nunca deixarás aquela roupa eternamente de molho no balde. Molho bem feito dura em média, meia hora. Mais do que isso, a sujidade retorna para a fibra e o tecido encharcado começa a apodrecer. Acha que cheira ruim, porquê? Pensa. Se a sujeira for de dar medo, o jeito é trocar a água do molho a cada meia hora, dando uma esfregadinha. Faz toda a diferença.
  3. Nunca recolherás e guardarás uma roupa úmida ou esquecerás a coitada da roupa super seca, estendida no varal. Em excesso, tanto a umidade quanto a secura, danificam seriamente os tecidos. A umidade porquê apodrece, mofa. A secura porquê significa o rompimento da maciez do tecido por excesso de sol e/ou de poeira… credo!
  4. Usarás menos produto do que o fabricante recomenda. Principalmente se você sabão em pó e amaciante. Contribua com a elegância das suas roupas e a vida útil da sua máquina: use menos do que a quantidade indicada pelo fabricante.

Sabão de casa não faz milagre, ou não convém fazer…

Quando o tecido é uma seda pura, uma cashimere, couro legítimo, couro ecológico ou a lã pura: envie para a lavanderia.

São peças que requerem cuidados especiais, como o couro que deve ser apenas hidratado e nunca lavado (a não ser que seja numa lavanderia especializada na higienização de couro).

Ou mesmo malhas bicolor que no processo de secagem podem manchar.

Já edredons e cobertores não devem ser lavados em casa, mesmo que o fabricante da sua máquina garanta que pode. A secagem, também, nunca é eficiente principalmente se a sua casa for um apartamento. Preserve máquina e cobertas: já pra na lavanderia!

Pra finalizar

Enquanto seu ferro não vem

O ideal é retirar a roupa seca do varal, passar e guardar. Acontece que hoje em dia manter essa rotina não é simples de se fazer.

Então, armazene suas roupas para passar bem longe da poeira, dentro de um cesto ou armário fechado. Mantenha pilhas bem formadinhas, roupinhas dobradas ou penduradas se forem camisas: isso facilita a passagem das roupas que estarão menos amarrotadas.

Não aceitamos penduras

Malhas em sua maioria, não devem ser centrifugadas. Após a lavagem, retire o excesso de água com duas toalhas (fazendo um sanduíche com a peça como recheio) e deixe secar ao abrigo do sol, sem pendurar.

Caso não tenha um varal com redinha, improvise um com esses varais de chão: compre um pedaço de rede de proteção e adapte.

Faça as malas

Nada de levar todo o guarda-roupa na viagem. Saiba o que não pode faltar e como organizar cada item na bagagem.

Antes de tentar levar todo seu guarda-roupas para a viagem, responda a três perguntas: para onde você vai, por quanto tempo vai viajar e se vai a negócios ou a passeio. “Arrumo qualquer mala em uma hora”, diz Heloisa Sundfeld, especialista em organização doméstica. Primeiro, espalhe as peças que quer levar sobre a cama e eleja duas ou três básicas, de cores neutras e sem estampas, para fazer as combinações com elas. Quebre a monotonia com acessórios bem coloridos e uma peça única – um vestido, por exemplo – mais estampada. Camisa branca, vestido preto e calça jeans são os eternos curingas, presentes da montanha ao mar. Para não esquecer nada importante, mentalize como será seu dia, do momento em que acordar até a hora de dormir, e vá pensando em todos os objetos e roupas que você vai usar ao longo das 24 horas. E boa viagem.

Cada coisa em seu lugar

Toalha
Coloque a toalha no fundo da mala, com metade para fora. Quando terminar de arrumar a mala, dobre-a envolvendo as outras roupas, para que as peças não amassem demais;

Nécessaire
Encaixe o nécessaire no fundo ou nas laterais. Coloque os frascos que podem estourar ou vazar em um saco plástico;

Pijama express
Se for chegar ao destino à noite, é bom colocar o pijama por último, para que esteja à mão na hora de desfazer as malas;

Cuidado: frágil
Camisas e roupas delicadas ou que amassam ficam por cima;

Extra! Extra!
Não se esqueça de deixar um espaço na mala para trazer eventuais compras e presentes. Nada de abarrotá-la com roupas;

Sapatos
Sapatos vão nas laterais, com os solados voltados para a parede da mala. Aproveite o interior dos calçados para colocar meias, cintos e peças enroladas;

Roupas volumosas
Casacos, malhas e calças vão por baixo, para que o peso das outras roupas ajude a compactá-los. Em seguida, coloque as roupas que amassam menos;

Que mala!
Sua mala precisa ser facilmente reconhecida. Se não for de cor vibrante, como amarelo, verde limão ou vermelho, amarre fitas coloridas nas alças

Dicas

PARA DESAMASSAR: Se a roupa chegar muito amarrotada, pendure em um cabide e coloque no banheiro: o vapor do chuveiro ajuda a desamassar boa parte dos tecidos
PARA NÃO MANCHAR: Se for usar sacos plásticos para separar calçados ou algo que possa vazar, use embalagens que não tenham nada impresso: quando molhada, a tinta da sacolinha pode manchar as roupas
PARA PEÇAS DELICADAS: Evite tecidos que amassem muito, como linho, e peças com muitas pregas, que precisam ser passadas antes do uso. Dê preferência a materiais que não amassem, como modal e viscolycra

 

Malinha de mão

Com ela, se sua mala extraviar, você terá como se virar por um dia. O peso máximo da bagagem de mão é de 5 kg. Em vôos internacionais, vários aeroportos, incluindo os brasileiros, só permitem líquidos em frascos de até 100 ml.

O QUE LEVAR:

  • voucher dos hotéis e passeios (leve cópias na mala principal)
  • passagem aérea e seguro-viagem
  • passaporte (anote o número à parte, para o caso de perder o original)
  • carteira de motorista, cartão de crédito e cheques de viagem
  • agenda telefônica, bloquinho de anotações e caneta
  • mininécessaire com escova, pasta de dentes e desodorante

Ideias para organizar gravatas

Screen Shot 2014-12-05 at 4.13.02 PM

Assim como as roupas, as gravatas precisam de atenção. Por serem peças de tecido delicado é importante mantê-las muito bem guardadas.

Saiba como organizar as gravatas de uma maneira elegante e eficiente.